Anuncie

(21) 98462-3212

E-mail

comercial@meusbichos.com.br

Calopsita: amiguinha topetuda e divertida

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Calopsitas são ativas e adoram interagir. Fotos: Atelier dos Pássaros

Pequenina, dócil, ativa e com um topete vistoso e colorido. A calopsita é uma ave que encanta e diverte. Tornou-se um dos pets mais populares no mundo e a criação, além de ser fácil, não requer muitas despesas. O comportamento alegre e o colorido da plumagem são apenas de algumas das características mais marcantes.

 Quando adquiridas bem jovens e treinadas, tornam-se tão mansas a ponto de interagir com o tutor. Assobiar é outro ponto forte das calopsitas e, bem ensinadas, passam a desenvolver melhor o som, sendo capaz de assobiar músicas inteiras. “Os primeiros sons emitidos pela ave são um pouco confusos, mas se desenvolvem melhor com o tempo”, explica o biólogo Maurício Terra Júnior.

Espécie é bastante resistente e, bem cuidada, pode viver até 20 anos

Quanto à saúde, é uma espécie bastante resistente. Com boa alimentação e os devidos cuidados, pode viver até 20 anos. Mas, para quem pensa em manter uma calopsita solta em casa deve tomar umas precauções. “Mesmo que a ave tenha sido treinada e algumas penas de ambas as asas aparadas – o que deve ser feito somente por um veterinário -, é preciso que ela tenha uma gaiola para se recolher e ter o canto dela. A ave só deverá ser solta sob supervisão do tutor para evitar riscos de fuga ou acidentes domésticos”, orienta.

Para criar:

Gaiola deve ser espaçosa e com aberturas

GAIOLA. A gaiola que servirá de abrigo para a calopsita deve ter dimensão suficiente para a ave esticar totalmente as suas asas e brincar à vontade. Além de ser capaz de portar comedouro e bebedouro, poleiros e diversos brinquedos para mantê-la ocupada.

LIMPEZA DIÁRIA. Priorize as gaiolas desenvolvidas especificamente para calopsitas mansas, que tem aberturas para a ave sair. Já a bandeja de fundo pode ser forrada com folhas de jornal, papel toalha ou granulado higiênico, tendo grade de fundo para a ave não ter contato com a sujeira. E faça a limpeza diariamente. Muito ativas, elas adoram brincar e para elas gastarem bastante energia fora da gaiola há opções de playgrounds para este fim. Vai ser uma diversão e tanto para elas!

EXPECTATIVA DE VIDA. A expectativa de vida de uma calopsita é longa: entre 20 e 25 anos. Mas, para ter uma vida longa e saudável, não descuide da alimentação, da higiene e das idas periódicas ao veterinário.

ALIMENTAÇÃO. Mistura de sementes própria para a espécie, que contenha pouca quantidade de girassol, que é altamente calórica. Além de ração extrusada, para ter uma dieta completa e balanceada. Complemente com farinhada à base de ovos e frutas como maçã e goiaba; verduras como couve, chicória e brócolis; e legumes como jiló, cenoura e abobrinha, além de espiga de milho fervida por 5 minutos. Para a alimentação, mantenha dois potes na gaiola, um para a ração e o outro para as sementes. Coloque o alimento de preferência na parte da manhã. 

AVE MANSA. A primeira dica para ter uma calopsita mansa é adotar uma ave filhote, com cerca de dois a três meses de vida e que tenha sido alimentada no bico pelo criador. O processo de adaptação com o tutor leva cerca de uma a duas semanas. No início, caso a ave pareça assustada, não tente segurá-la e faça essa aproximação aos poucos. Para ganhar a confiança da ave é essencial interagir com ela diariamente, por pelo menos 30 minutos. Converse com ela, chame-a pelo nome, dê assobios e ofereça petiscos, como alguns grãos de sementes. Quando ela já estiver acostumada com a sua presença, abra a gaiola, chame-a, coloque o dedo indicador no peitoral da ave e espere ela subir em seu dedo, como se fosse um poleiro. Quando ela fizer, dê petisco. Faça isso repetidas vezes, até que ela passe a subir em seu dedo espontaneamente.

APRENDIZADO. A partir dos quatro meses, as calopsitas estão aptas para aprender truques, como imitar sons, assobiar canções e dançar acompanhando o ritmo de uma música. Os machos, geralmente, desenvolvem maior capacidade de imitar sons do que as fêmeas. Ensine uma canção de cada vez. Comece ensinando fiu fiu, por exemplo, e depois assobie trechos de músicas.

Reprodução ocorre em qualquer época do ano

REPRODUÇÃO. A reprodução pode ser realizada a partir do primeiro ano de vida, em qualquer época do ano. A fêmea coloca, em média, entre 4 e 6 ovinhos, e a incubação varia entre 17 e 22 dias. Com 30 dias de vida os filhotes saem do ninho e estão começando a emplumar.

Agradecimento: Atelier dos Pássaros