Anuncie

(21) 98462-3212

Leite: faz bem ou faz mal para o mascote?

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
O leite de vaca pode causar alergia alimentar em alguns animais. Fotos: Reprodução/Pinterest

Branquinho e gostoso, o leite de vaca nem sempre é tão inofensivo quanto parece. Assim como ocorre em alguns humanos, a caseína – proteína do leite animal – pode provocar alergia alimentar nos animais, causando sintomas como coceira, gases, diarreia e vômito.

Segundo a veterinária Elisa Dias, o único leite indicado para alimentar os cães e os gatos é o leite materno, no período de amamentação. Nesta fase, a mãe passa para os filhotes os anticorpos necessários para a boa saúde da ninhada. “O organismo do cão e do gato não está preparado para digestão das substâncias contidas no leite de vaca. Pode ocorrer então, uma reação de hipersensibilidade, ou seja, uma resposta imunológica exagerada, como resultado a uma exposição a um determinado antígeno – substância estranha ao organismo”, afirma.

De acordo com a especialista, se o animal “é viciado” em leite o melhor é introduzir o hábito do leite desnatado, em horários diferentes das refeições com ração, já que os dois alimentos juntos podem provocar a fermentação. Nos gatos, o leite pode provocar ainda a formação de cálculos renais, que obstruem a uretra do animal.

“A urina dos gatos já é normalmente mais ácida e em menor quantidade, em função da pouca ingestão de água. A ração para os felinos é mais acidificada e com muita proteína, o que supre todas as suas necessidades”, complementa a veterinária.

Nos gatos, apesar de eles adorarem a bebida, a intolerância ao leite costuma ser maior

Tutora da gata Michonne, de 4 anos, a designer Thaís Lins conta que a felina ama leite desde filhote, mas evita dar a bebida para a bichana. “O mais difícil é resistir a carinha e aos miados que ela faz sempre que eu abro a geladeira. Confesso que, de vez em quando, acabo dando um pouquinho de leite para ela, em um pires rasinho, só para matar a vontade. Mas se passar de um pires, suas fezes ficam moles, ela acaba com um pouco de diarreia. Assumo que minha gata pegou esse gosto por minha culpa, pois eu costumava lhe dar muito leite antes. Parei justamente porque ela apresentou uma sensibilidade e o veterinário recomendou que eu não lhe desse mais leite ou então, só um pouquinho do desnatado”, revela.

LEITE PARA OS FILHOTES

Leite materno é tão importante para os filhotes, que no caso de fêmeas que tiveram uma ninhada numerosa ou ficaram impossibilitadas de amamentar a ninhada, é fundamental a administração de leite artificial. Existem várias marcas no mercado. Consulte seu veterinário de confiança para a orientação correta. Nada de optar por receitas caseiras, como mingau, leite condensado, entre outras misturas que poderão intoxicar o animal e até levá-lo à morte.