Anuncie

(21) 98462-3212

E-mail

comercial@meusbichos.com.br

Miau! Entenda a expressão vocal dos gatos

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Gatos ronronam nos momentos de felicidade. Foto: Jiri Rotrekl/Pixabay

Por trás da beleza, graça e esperteza do gato, está um bicho afetuoso, que faz questão de demonstrar seu contentamento ao tutor. E é através de um som semelhante a um chiado de motor, o ronrom, que o gato sorri. O ronrom é a expressão vocal exclusiva dos felinos domésticos e selvagens de pequeno porte, como o lince e a jaguatirica. Gatos ronronam nos momentos de felicidade e quando querem chamar a atenção do tutor.

A origem do ronronar dos bichanos ainda não está cientificamente comprovada. Alguns estudiosos concluem que esse som é produzido pelas cordas vocais e músculos da laringe, que se contraem ritmicamente, provocando o som. Também é possível que seja produzido através do diafragma, o músculo da respiração. “Quando um gato ronrona, dá para sentir as vibrações de suas cordas vocais na garganta”, comenta a veterinária Nadine Frota. “Os felinos também usam o ronrom para se comunicar prazerosamente entre eles. Quando os gatos se reúnem em comunidade, os ronrons significam amizade”, diz.

Miados têm vários significados

O miado, forma característica de comunicação felina, tem uma variedade de significados e sons. Em alto ou baixe volume, miados podem ser delicados, chiados, grunhidos, guturais e murmúrios. São usados pelos felinos nas mais diferentes situações: nos pedidos, nas conversas entre eles, para intimidar e demonstrar quando estão com fome, sede, zangados ou felizes.

O miado deve ser sempre considerado uma mensagem do animal para uma situação específica. São miados de alta intensidade o gemido de irritação, medo, dor, ataque e durante o cio. Saber interpretar os miados do gatinho é ter sensibilidade para entendê-los. “O tutor é capaz de perceber perfeitamente o que o animal está querendo apenas pelas diferenças mais sutis, como o tom e a duração”, explica a veterinária.

DICIONÁRIO FELINO:

CUMPRIMENTO. A forma do gato dizer “olá” para o tutor é um miado de som curto, quase sempre acompanhado de um roçar carinhoso na perna.

EXIGENTE. Gatos com fome e solitários soltam um miado que mais parece um choro desesperado.

CARINHO. Quando os gatos pedem carinho dão miados mais longos e de intensidade moderada. Já quando alcançam seu objetivo e recebem carinho, passam a ronronar.

DOR. São emitidos miados mais agudos, longos e mais espaçados.

CIO. Os miados são longos e estridentes. Esses miados longos traduzem emoções felinas mais intensas.

NO MUNDO. Alguns gatos raramente miam, como os das raças persa e o pelo curto americano. A raça felina considerada mais falante é siamês.

ROUQUIDÃO. Doenças do aparelho respiratório, como rinotraqueíte e pneumonia, podem causar rouquidão e até alterar a frequência e o timbre dos miados e ronrons.