Anuncie

(21) 98462-3212

E-mail

comercial@meusbichos.com.br

Onça-pintada Amanaci se recupera, mas terá sequelas permanentes

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Amanaci não terá mais capacidade de expor as garras. Foto: Divulgação/Ampara Animal

Um dos símbolos dos incêndios ocorridos no Pantanal neste ano, a onça-pintada Amanaci está recuperada, mas as sequelas são permanentes e não permitirão o seu retorno à natureza. Após mais de três meses de tratamento intenso na ONG Nex (@nex_noextinction), Amanaci teve alta neste mês e está pronta para uma nova etapa: a vida em cativeiro.

A onça não teve a mesma sorte que Ousado – outra onça-pintada que virou símbolo da luta contra as queimadas -, resgatado e solto pela equipe da ONG Ampara Silvestre no início de outubro, na região de Porto Jofre (MS). Mesmo recuperada, seus tendões foram comprometidos e ela não terá mais a capacidade de expor as garras para escalar e caçar.

O tratamento com células-tronco foi todo custeado pela Ampara Silvestre, que também foi responsável pelo financiamento de um recinto projetado especialmente para Amanaci. O local, que conta com um lago para que ela possa entrar e sair sem dificuldades, foi todo desenvolvido para que a onça tenha uma vida confortável. Após a retirada dos últimos curativos que protegiam suas patas, Amanaci foi levada ao seu novo lar e já explorou todo o ambiente.

Foram investidos mais de R$120 mil, entre cuidados veterinários, alimentação, tratamentos e obras para construção do alojamento. Esse trabalho só foi possível devido às doações que a Ampara Silvestre recebeu através da campanha de arrecadação Pantanal em Chamas.

Fonte: Ampara Animal