Anuncie

(21) 98462-3212

Ansiedade de separação: como ajudar seu cão a lidar com esse problema

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Quebras de rotina podem aumentar a predisposição à ansiedade de separação. Foto: Pixabay

A ansiedade de separação pode se tornar um problema sério para muitos tutores. Às vezes, os animais de companhia simplesmente não suportam ficar longe de seus humanos queridos e demonstram isso claramente, manifestando tristeza e até mesmo comportamentos destrutivos.

Quebras de rotina, como a volta ao trabalho após um período de home office, como o que muitos de nós vivemos durante essa pandemia de coronavírus, podem aumentar a predisposição à ansiedade de separação. Ajudar o seu cão a lidar com este problema pode fazer uma diferença significativa na qualidade de vida.

Dê muita atenção ao seu pet para ajudar a compensar sua ausência quando a agenda apertar ou sua disponibilidade de tempo estiver menor.

Cuide para que seu cachorro tenha bastante estímulo físico e mental para ajudar a limitar a frustração e manter o equilíbrio emocional. A atividade física isoladamente pode realmente ajudar cães que sofrem de ansiedade de separação.

Reserve um tempo para brincadeiras. Faça um esforço extra para manter seu compromisso com as necessidades de seu cão ainda que sua agenda esteja apertada. Se você não puder fazê-lo sozinho, peça ajuda a um amigo ou alguém de sua família. Outra opção é recorrer a um serviço de pet sitter.

Não subestime o poder de uma pequena atenção ou da atividade física. O estímulo faz com que seu amigo de quatro patas gaste a energia excessiva e ajuda a mantê-lo calmo e tranquilo. Se você não estiver conseguindo lidar com um caso grave de ansiedade de separação, peça ajuda ao veterinário.

MAIS DICAS

Brinquedos. São válidos para entreter o cão, mas serão novidade só por um tempo. Quando perceber que o animal está perdendo o interesse por ele, guarde-o e substitua-o por outro. O brinquedo antigo pode ser reapresentado após 2, 3 meses.

Exercícios. O tutor deve aumentar a quantidade de exercícios do cão, antes e depois de se ausentar de casa.

Som. Deixar um rádio ligado ajuda a tirar a sensação de vazio.

Serviço especializado. Se o tutor passa muito tempo fora de casa, também é possível recorrer aos serviços de  solução de uma pet sitter, de uma creche pet ou de um passeador. 

Espaço. Desde filhote, permita que o animal aprenda a ficar um pouco sozinho e não seja tão dependente da companhia do tutor.

*

*

*

***

QUE TAL FAZER UM CURSO ONLINE HOJE?

Aprenda todos os passos para para um adestramento simples e descomplicado. Adquire o e-book “Adestramento Fácil Para Cães”. CLIQUE AQUI

Faça e venda: “Petiscos Saudáveis Para Cães”. Neste e-book, você vai encontrar 42 receitas de petiscos caninos totalmente saudáveis. CLIQUE AQUI

E-book “Aquarismo Para Iniciantes”. Aquários marinhos e de água doce, doenças e como tratar, escolha do aquário. Como cuidar do peixe Betta, como fazer seu próprio aquário e muito mais. CLIQUE AQUI

Curso online “Auxiliar de Veterinário”. Com esse aprendizado você poderá trabalhar em: Clínicas e Hospitais Veterinários, Instituições de Resgates de Animais, Lojas de Animais, Petshops e Auxiliar na Gestão de Projetos e Serviços de Pet Sitting. CLIQUE AQUI