Anuncie

(21) 98462-3212

Dicas de bem-estar: ambiente anti-estresse é fundamental para as aves

As aves não devem ficar sujeitas à alimentação, temperatura e iluminação inadequadas. Foto: Pixabay

Para ter aves sempre saudáveis, é fundamental proporcionar um ambiente que não favoreça o estresse e consequentes doenças. As mascotes de penas não devem ficar sujeitas à alimentação e temperatura inadequadas, falta de luz natural, companheiros doentes, presença de outros animais ou atitudes repentinas que causem sustos.

“Música alta, ruídos contínuos, como os de obra, manuseio excessivo e mudanças repentinas da gaiola de lugar são exemplos de ações que deixam as aves assustadas”, comenta o criador Patrick Orlando, do Atelier dos Pássaros.

Também é prejudicial a solidão em excesso, principalmente para as aves da família dos psitacídeos (calopsitas, periquitos, agapórnis, entre outras), que gostam de viver em grupos e também da interação com humanos.

A ave estressada fica apática, arranca as próprias penas e para de cantarolar. Elas precisam se manter ocupadas, especialmente se passam longo tempo sozinhas. “O ambiente da gaiola deve ficar bem prazeroso, ter brinquedos. Tem gente que nunca sequer colocou nada para sua ave interagir, achando que será um gasto em vão. Um pássaro que vive interagindo com brinquedos apresenta melhores desempenhos em suas atividades, habilidades e até mesmo reduz os gritos”, diz o criador.

Deixe o ambiente da gaiola o mais prazeroso e divertido possível. Foto: Atelier dos Pássaros/Divulagação

Dicas:

Localização da gaiola. Mantenha em um local limpo, arejado, calmo e sem correntes de ar.

Alimentação. Dê uma alimentação variada e de qualidade, específica para a espécie.

Brinquedos. Deixe o ambiente da gaiola o mais divertido e prazeroso possível. Coloque brinquedos de materiais naturais na gaiola, como balanços, poleiros com cordas e escadas, para que as aves se distraiam, gastem energia e descarreguem o tédio. O espelho também é um grande auxiliar, principalmente para aves que vivem sozinhas. Elas veem a própria imagem como uma companhia, no caso da ausência de outra ave ou do próprio tutor.

Interação. É importante reforçar diariamente a relação do tutor com a ave. Incentive-a a brincar, fale com ela, tire-a da gaiola (caso seja uma calopsita, por exemplo, acostumada a ser retirada da gaiola).

Agradecimento: Atelier dos Pássaros

*

*

***

QUE TAL FAZER UM CURSO ONLINE HOJE?

Se você é apaixonado por aves, aprenda a maneira correta de manejo. Aquira já o “Guia Definitivo de Criação de Calopsitas” e consiga criar sua Calopsita de maneira surpreendente, tornando-se um especialista na criação e reprodução dessa ave. CLIQUE AQUI

Aquire já o “Curso de voo livre da AVOA”. Curso online de voo livre com psitacídeos. O objetivo é obter conhecimento sobre treinamento de comportamento de forma profunda, focando no passo a passo do treinamento para voo livre com psitaciformes. CLIQUE AQUI