Anuncie

(21) 98462-3212

Mais cor e alegria no aquário marinho com o peixe Yellow Tang

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
A coloração amarelo vibrante e o bico proeminente são características da espécie.
Foto: Pixabay

Originário dos oceanos Índico e Pacífico, o Yellow Tang (Zebrasoma flavescens) é um peixe marinho de cor amarelo vibrante e é um dos mais populares no mundo da aquariofilia. Esta espécie tem hábitos solitários e também é conhecida por “canarinho”, pela sua coloração e o bico proeminente, usado para comer as algas dos recifes de coral.

O Yellow Tang faz parte de um grupo conhecido como peixes-cirurgiões. Isso porque ele possui as lâminas afiadas na cauda, uma de cada lado, que usa como defesa. “Na natureza, nos recifes de corais, onde costumam nadar em pequenos cardumes, eles são bem pacíficos, mas podem se tornar territorialistas e agressivos no aquário, devido ao espaço limitado”, conta o aquarista Jonas Maciel Ribeiro.

“Também são muito resistentes, ativos e de fácil manutenção em tanques ou aquários, por isso são bastante indicados para iniciantes no aquarismo marinho”, complementa.

Na natureza, a espécie pode atingir até 20 cm de comprimento. Em cativeiro, de 10 cm a 15 cm – sendo os machos maiores que as fêmeas. Uma curiosidade é que sua cor amarelo brilhante desaparece à noite.

Dicas para criar:

AQUÁRIO. O aquário marinho deve ser acima de 300 litros, bem iluminado e decorado com rochas vivas e corais.

TEMPERATURA. Deve estar entre 22° C e 29° C, mas de preferência manter em 27°C. O pH deve ficar entre 8,1 a 8,4 e DH 8 a 11.

ALIMENTAÇÃO: Alimenta-se de quase todo os tipos de comida, podendo ser carnívoro ou herbívoro. A dieta deve ser composta de algas, artêmia viva e ração em flocos de qualidade.

REPRODUÇÃO. Ovípara. Desova em grupos ou em dupla. Os machos são territorialistas e cortejam fêmeas. A reprodução ocorre com a fêmea depositando os ovos e o macho liberando o esperma na água e, posteriormente, fertilizando-os.