Anuncie

(21) 98462-3212

Pavão é a realeza entre as aves: saiba mais sobre o simbolismo de suas penas

Ao longo dos séculos, o pavão foi associado a diferentes deuses. Fotos: Canvas

São chamadas de pavão as aves dos gêneros Pavo e Afropavo da família dos faisões (Phasianidae). Um dos animais de colorido mais espetacular que podemos encontrar, ao longo dos séculos ele foi associado a diferentes deuses em diversas culturas.

Existem três espécies: pavão-indiano ou pavão-azul (Pavo cristatus), pavão-verde ou pavão-verde-de-Java (Pavo muticus) e pavão-do-congo (Afropavo congensis).

A plumagem exuberante dessa ave e a harmonia de suas formas, desde os tempos antigos despertou o interesse do homem em tê-lo como elemento decorativo, o que justificou sua criação em cativeiro. A beleza de suas penas multicoloridas se destaca especialmente em sua cauda, que chega a ter dois metros de comprimento e pode ser aberta como um leque.

O pavão abre sua cauda, com cerca de 200 penas, como se fosse um leque

O SIMBOLISMO DO PAVÃO EM DIVERSAS CULTURAS

MITOLOGIA GREGA. Para os gregos , o pavão tinha a ver com a deusa Hera – a rainha dos deuses e esposa do grande Zeus. De acordo com o mito, Hera colocava “olhos” nas penas dos pavões, simbolizando o conhecimento de quem tudo vê e a sabedoria dos céus.  Por isso se tornou uma representação do conhecimento e sabedoria das divindades.

BUDISMO. Para os budistas, o pavão é o símbolo de ser acessível. Este animal abre as penas da cauda mostrando-se como é, expondo tudo sem esconder nada, qualidade que, para esta religião, representa algo muito positivo. Suas penas representam a purificação da alma e são é utilizadas em rituais hinduístas e budistas para incrementar a saúde, a pureza e a prosperidade.

HINDUS. O pavão também é o representante do deus Lakshmi para os hindus. Sua forma, beleza e penas significam bondade, sorte e paciência, características nobres muito apreciadas entre os praticantes do hinduísmo. Muitas dessas aves andam livremente pelos templos hindus e são alimentadas por seus sacerdotes.

CRISTÃOS. Para os cristãos, o pavão é a “ave dos cem olhos”. O padrão de suas caudas adquiriu um significado de omnisciência, o Deus que tudo vê. Seu desenho harmonioso representa as estrelas e o universo. A coroa da ave simboliza sua magnitude e poder. É símbolo da eternidade, da imortalidade e da totalidade.

SUFISMO. Na tradição sufi, ramo esotérico do islamismo, os “olhos” presentes na cauda da ave representam virtudes espirituais irradiadas pelo “Olho do Coração”.

XAMANISMO. Esta ave representa bondade, magia e generosidade com todos. O pavão possui um antigo conhecimento de magia e é capaz de trabalhar a energia para criar tudo o que se pretende.

A coroa da ‘ave dos cem olhos’ simboliza sua magnitude e poder

Vaidoso e ‘imortal’

Nas mais diversas culturas, as penas do pavão significam nobreza e glória, por isso é uma das realezas do mundo das aves. Já o fato de este animal se alimentar de plantas tóxicas e serpentes, mas sem se envenenar, é a razão pela qual também consegue simbolizar a imortalidade e a dificuldade de ser corrompido.

Mas não podemos ignorar que é um animal muito vaidoso e que não tem medo de se exibir para conseguir o que deseja. Por isso, para muitas pessoas, suas penas têm um significado negativo: justamente o da vaidade excessiva e da superficialidade do ser humano. Já ouviram alguém dizer a frase? “Está se achando um pavão!”

Classificação científica do pavão:

Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Aves
Ordem: Galliformes
Família: Phasianidae