Search

Anuncie

(21) 98462-3212

Adestramento doméstico: dicas básicas para treinar e socializar seu cão

Esse filhote já se acostumou ao uso da coleira. Foto: Pixabay

Você está pronto para começar a treinar seu cão ou filhote? O treinamento adequado e a socialização estão entre as necessidades básicas do seu pet. É importante começar a treinar seu cão o mais rápido possível: local certo do ‘banheiro’, uso da coleira no dia a dia e apresentação a novos ambientes e pessoas.

No início, as lições educativas podem parecer um pouco cansativas, especialmente em se tratando de seu primeiro cão. A verdade é que treinar seu amigo de quatro patas é um projeto muito grande. Mas, se você fizer isso passo a passo, verá que a tarefa é simples se você for paciente, cuidadoso, alerta e, principalmente, consistente.

E é muito importante você compreender: não adianta punir. Nunca castigue o animal quando ele faz sujeira em casa, por exemplo, pois só o fará evitar você.

Vamos ao treino básico, portanto:

LOCAL DO ‘BANHEIRO’

Os cães são instintivamente limpos e sujar o ambiente onde comem e descansam é a última coisa que eles querem. É mais fácil adestrar o cãozinho se houver acesso imediato a um local fora de casa. Escolha qual será a área destinada para o ‘banheiro’, de preferência de superfície dura, em vez de grama, longe de distrações. Você pode forrar o local com folhas de jornal ou tapete higiênico. Se achar necessário, também há atrativos específicos para aplicar nesse local, como Pip Dog. Use uma pá para apanhar as fezes logo depois que o cão fizer cocô. De maneira geral, um filhote de três meses evacua a cada três horas. Saiba que é provável o cão precisar fazer as necessidades:

  • Depois das refeições (às vezes, é só uma questão de minutos).
  • Depois de acordar.
  • Depois de brincar ou fazer exercícios.
  • Depois de um surto de entusiasmo, como conhecer pessoas novas.

Leve-o frequentemente ao local escolhido como banheiro e sempre depois das atividades mencionadas.

Quando ele precisar fazer as necessidades, o cão dará algumas pistas, tais como: cheirar o chão, andar em círculos, correr com o nariz próximo ao chão, agachar-se e andar em direção à porta mais próxima do banheiro dele, entre outras. Ao perceber uma dessas ações, chame atenção dele e leve-o para o local. Se possível, não o carregue no colo e deixe-o caminhar até lá.

Escolha uma frase de incentivo e use-a sempre que o cão fizer as necessidades. A frase “vamos lá”, por exemplo, é curta e direta. O cachorro logo associará as palavras às suas necessidades. Por fim, a frase sozinha irá induzi-lo a fazê-lo.

Punição, não!

Reforçando: não puna o animal se ele errar. Haverá acidentes. Ao perceber que o pet está se agachando dentro de casa, chame a atenção dele, mas sem ameaças. Não adianta esfregar o focinho dele na sujeira. Ele terá MEDO de você se fizer sujeira. Depois de chamar a atenção, leve-o ao banheiro dele e deixe que termine. Se ele já tiver sujado a casa, deixe-o em outro cômodo enquanto limpa. É menos provável que ele volte a sujar a casa se você “neutralizar” a área com eliminador de odores.

Socialização significa treinar seu filhote ou cão adulto para aceitar novas pessoas, animais, diferentes barulhos e lugares. Foto: Pixabay

USO DA COLEIRA

Todo cachorro precisa aprender a andar na coleira. Além do fato de que haverá momentos em que manter seu cão na coleira é para sua própria segurança. Aprenda como apresentar o seu pet adulto ou filhote ao acessório e, em seguida, ensine-o a andar corretamente na coleira, mesmo ao lado de você de bicicleta.

Se você segurar seu cão e colocar uma coleira de forma forçada, ele pode ficar assustado ou estressado. Se, por outro lado, você gradualmente expõe seu cãozinho ao acessório, a resposta emocional será menos intensa. Para fazer isso, coloque a coleira no chão e, no momento em que seu cão for cheirá-la, diga “bom” imediatamente seguido por um petisco. Se ele está relutante em se aproximar ou cheirar o acessório, faça um pequeno rastro de guloseimas que o levem à coleira (algo que seu cão adora bem no meio da coleira).

Assim que seu cão se acostumar a ver a coleira e realmente estiver ansioso para vê-la, porque ele a associou a guloseimas, você poderá progredir. Afivele o acessório em seu pescoço, lhe faça agrados e diga “bom menino”. Ao levá-lo para seu primeiro passeio na rua, tente fazer brincadeiras para mantê-lo interessado e concentrado em você. Isso é especialmente útil se ele se distrai facilmente e é dispersivo. Leve sempre uma pochete com você, em casa e nos passeios, cheia de petiscos, para que você possa recompensá-lo sempre que fizer algo que lhe agrade.

SOCIALIZAÇÃO É ESSENCIAL

Socialização significa treinar seu filhote ou cão adulto para aceitar novas pessoas, animais, diferentes barulhos e lugares, expondo-o a essas situações. Cães socializados são menos propensos a desenvolver problemas de comportamento e geralmente são mais bem-vindos pelos outros. A socialização também pode ajudar a prevenir o desenvolvimento de medos e fobias .

O ponto principal é que socializar seu cão ou filhote o tornará um cão mais feliz e bem comportado.

Proporcione, desde cedo, o maior número de experiências:

  • Rua, pracinha. Novas pessoas, visões e odores.
  • Elevadores. Espaços fechados, sons e sensações estranhas.
  • Feiras-livres. Multidões, odores estranhos.
  • Obras na rua. Ruído, odores, obstáculos que alteram a rotina.
  • Superfícies diferentes. Piso laminado, escada de incêndio metálica, degraus, grama, areia.
  • Ruídos altos. Trovão, fogos de artifício, estouros de escapamentos, portas batendo (dica: no YouTube há vídeos com ruídos fortes e variados).
  • Pessoas diferentes. Crianças, adultos, homens, mulheres, pessoas carregando guarda-chuva, usando chapéu.
  • Ruídos domésticos. Campainha, aspirador de pó, motor do carro ou da moto sendo ligados na garagem, liquidificador, toque do telefone, batida na porta.
  • Pontes e túneis. Alturas, escuridão, carros, água.

Existem ainda alguns comandos básicos de treinamento de cães e truques que todo pet deve saber, como vem, junto, deita, dá a pata e etc. Os comandos básicos dão estrutura ao seu cachorro. Além disso, eles podem ajudá-lo a superar problemas comuns de comportamento canino e a mantê-lo seguro.

Essas foram as lições básicas de adestramento doméstico que ajudarão a fortalecer a relação com seu cão e, claro, a uma melhor convivência no lar. Mas, não hesite em buscar a ajuda de um adestrador ou treinador profissional se você tiver dificuldades em ensinar essas lições.

A falta de adestramento pode levar o cão a nunca aprender bem as regras da casa, a urinar para marcar território ou por submissão, ter medo, estresse ou ansiedade por conflito emocional, entre outras possibilidades.

Consultoria: veterinário Dr. Ernani de Castilho.

*

*

*

***

QUE TAL FAZER UM CURSO ONLINE HOJE?

Curso online de Dog Walker. Torne-se um passeador profissional, monte seu próprio negócio e fature com isso. CLIQUE AQUI

Curso online Energy Pets – Equilibre a Energia do seu Pet. Chakras, Benzimento, Passes Energéticos,
Fitoernergética, Visão Espiritual, Cromoterapia, Cristais e Reiki. CLIQUE AQUI

E-book Biscoitos Naturais Para Cães. CLIQUE AQUI

E-book Dog Cookies. CLIQUE AQUI

E-book Adestramento Fácil Para Cães. CLIQUE AQUI

Veja em nossa loja as melhores ofertas de produtos para o seu pet! CLIQUE AQUI