Anuncie

(21) 98462-3212

Aprenda a deixar seu gato um gatão!

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
A escovação deve ser diária e feita no sentido do comprimento do pelo do gato. Fotos: Reprodução

Os gatos, a gente bem vê, se limpam sem parar. É um tal de lambida que não acaba mais. Isso se deve às papilas em forma de gancho existentes na língua dos gatos, que atuam como um pente eficiente para alinhar os pelos. Porém, alguns cuidados de higiene pedem uma ajudinha do tutor, como cortar unhas, limpar orelhas e dar banho – sim, apesar da fama de que os bichanos odeiam.

“Os gatos de pelo longo, por exemplo, devem ter os pelos escovados diariamente, enquanto que os de pelo curto só precisam ser escovados duas vezes por semana”, destaca a esteticista animal Tânia Ribeiro. “Comece usando um pente fino de metal para dividir o pelo do gato desde a cabeça até a cauda. Use o pente para procurar partículas pretas que indicam a presença de pulgas no animal. Depois de penteá-lo, utilize uma escova macia para escovar todo o comprimento da pelagem”, ensina.

Ao escová-lo, aproveite para examinar o bichano com toda atenção, começando pela cabeça. Olhe dentro de cada orelha para procurar sinais de sujeira ou acúmulo de cera de cor escura. Limpe os ouvidos utilizando um ou dois chumaços de algodão umedecidos em soluções específicas para este fim. Essa limpeza pode ser semanal. “Não use cotonetes, pois a haste pode machucar o canal auditivo”, destaca.

Com um pente fino, verifique se há presença de pulgas e carrapatos

Para deixar os gatos ainda mais gatos, são necessários alguns utensílios básicos: cortador de unhas especial, escova, pente e escova de dentes com cerdas macias. Examine os dentes para verificar se há incrustações de tártaro. Escove-os pelo menos uma vez por semana.

 “Os dentes também podem ser escovados com uma escova de cerdas macias infantil ou limpos com gaze enrolada no dedo e pasta dental específica para gatos. A tarefa fica mais fácil se o gato for habituado à escovação desde filhote”, explica Tânia.

Olhos e unhas

Examine os olhos. Crostas de remela seca podem se acumular no canto do olho. “Limpe a área suavemente com soro fisiológico, diariamente, usando bolinhas de algodão”, orienta Tânia Ribeiro. E se você notar lacrimejamento, manchas ou olhos acentuados, leve seu gato ao veterinário.

Para aparar as unhas, use um cortador específico, de preferência, do tipo guilhotina. “Segure o gato de modo firme e aperte levemente a pata para que a unha fique à mostra. Sendo necessário, peça a ajuda de alguém para segurar o animal. Corte a parte branca com muito cuidado”, explica a esteticista animal. Atingir a parte rosada é doloroso e fará o animal sangrar. Se não souber proceder, peça ao veterinário. Corte as unhas quinzenalmente.

FELINOS LIMPINHOS

BANHO. Coloque o gato em uma banheira de bebê, numa bacia ou no tanque. Use um chuveirinho e banhe o animal com água morna. Utilize xampu ou sabonete específico para gatos e tenha cuidado para não cair espuma nos olhos ou molhar as orelhas do bichano. Massageie a pelagem suavemente e depois enxague-o bem. O banho pode ser dado de 15 em 15 dias em gatos mais peludos e mensalmente nos de pelos curtos.

Corte somente a parte branca da unha e com muito cuidado

SECAGEM DOS PELOS. Após o banho, seque bem o gato com uma toalha e, se ele não se assustar, use um secador de cabelos, mantendo o aparelho a uma certa distância do corpo do animal e escovando o pelo suavemente, no sentido de comprimento do pelo.

UNHAS. Aperte levemente a pata do gato para que a unha fique à mostra. Utilizando um cortador de unhas especial, corte a parte branca com cuidado. Cortar a parte rosada é doloroso e fará o animal sangrar. Se não souber proceder, peça ao veterinário. Corte as unhas quinzenalmente.

ORELHAS. Para limpar as orelhas, utilize um pedaço de algodão umedecido em óleo para bebê ou em solução adstringente específica. Para as orelhas, umedeça um cotonete e introduza-o delicadamente no ouvido do gato, girando-o em um único sentido. Essa limpeza deve ser feita semanalmente.