Anuncie

(21) 98462-3212

As maiores raças de gatos

No mundo existem cerca de 71 raças de gatos domésticos padronizadas, de acordo com a Associação Internacional de Gatos (TICA). Mas, em meio a tantas variedades de cores e pelagens, entre outros aspectos estéticos e comportamentais, há aquelas que se destacam pelo tamanho gigantesco.

Normalmente, os gatos domésticos atingem seu tamanho máximo entre os 9 e 12 meses, chegando a pesar, em média, até cerca de 5 kg quando adultos. Mas alguns bichanos, de tão grandes, até parecem felinos selvagens, compartilhando inclusive alguns hábitos e atitudes.

Descubra a seguir as peculiaridades das grandes raças de gatos domésticos mais populares:

MAINE COON

O maine coon pode pesar mais de 10 kg e alcançar mais de 70 cm de comprimento. Fotos: Canvas

Uma das raças americanas mais antigas, o maine coon descende de gatos de fazenda de constituição robusta e pelos longos trazidos da Europa para o Estado do Maine por mercadores e navegantes. Seu corpo é grande, longo e bastante musculoso, com peito amplo. Eles são conhecidos como os ‘cães’ do mundo dos gatos, porque são amigos da família, extremamente inteligentes e interativos.

“Coon” é uma abreviação de “racoon”, que significa guaxinim em inglês. Mas a verdade é que guardam apenas hábitos de caça semelhantes. Apesar do tamanho impressionante – um maine coon adulto pode alcançar mais de 70 cm de comprimento e pesar mais de 10 kg – são companheiros dóceis, afetuosos e brincalhões. Outra característica é o som que emitem, parecido com um gorjeio ou ao canto de um grilo.

SAVANNAH

A raça savannah surgiu do cruzamento entre um serval e um gato doméstico sem raça definida

Este felino híbrido é originário do cruzamento entre um serval (Leptailurus serval) e um gato doméstico sem raça definida. Surgiu em meados de 1986, na África Subsaariana, e possui muitas semelhanças com a raça Bengal, como a pelagem curta e manchada.

É um companheiro dócil, curioso, inteligente e enérgico, mas não gosta de colo e preza pelo seu espaço. Convive harmoniosamente com todos, mas devido à sua natureza ancestral, pode exibir tendências agressivas e selvagens. Pode pesar entre 9 kg e 11 kg quando adultos.

SIBERIANO

De origem russa, o gato siberiano tem uma pelagem bastante densa, resistente e impermeável

De origem russa, essa raça de pelagem semilonga, densa e com uma camada externa resistente e impermeável, chegou aos Estados Unidos no início da década de 1900. Afetuosos e divertidos, os gatos siberianos gostam de “conversar”, mas não com o som característico dos siameses (que adoram se comunicar). Assim como os maine coons, suas “palavras” são parecidas com o canto do grilo e muitas vezes seu miado é associado ao dos filhotes de puma.

Seu corpo é forte e musculoso e, na vida adulta, pode chegar a mais de 9 kg. É um felino de personalidade calma, brincalhão e ativo: adora uma vida ao ar livre.

GATO NORUEGUÊS DA FLORESTA

De origem nórdica, esta raça de aparência selvagem se adapta bem aos gelados invernos escandinavos

A lenda nórdica define o gato Norueguês da Floresta como um animal misterioso e encantado, e talvez nenhuma outra raça felina tenha a aparência tão selvagem quanto a dele. Natural e forte, ele se adapta muito bem aos gelados invernos escandinavos por causa de sua pelagem dupla, que mantém o calor, secando-se em 15 minutos após ser molhada.

Sabe-se que se trata de uma raça muito antiga e, entre seus ancestrais, podem estar os gatos de pelo curto trazidos da Inglaterra pelos vikings e os de pelo longo, vindos, mais tarde, com as Cruzadas. Em 1930, o Norueguês foi reconhecido na Noruega e, oito anos depois, apresentado em concursos e exposições. São gatos que adoram os humanos e são muito carinhosos, inteligentes e divertidos. Embora habituados ao ar livre, onde são caçadores furtivos, adaptam-se muito bem à vida dentro de casa, desde que tenham todo espaço que precisam. Robustos, pesam até 10 kg quando adultos.

BENGAL

O bengal tem aparência semelhante a um leopardo, com marcações ao longo do corpo

Grande e musculoso, a aparência selvagem é seu forte e se assemelha a de um leopardo. De fato, essa raça que surgiu na década de 1970, na Ásia, é fruto de um cruzamento entre um gato doméstico de pelo curto e um felino selvagem.

Ativo, inteligente e amoroso, adapta-se bem à vida em família e é ótimo companheiro. Mas precisa de atividades físicas frequentes para gastar energia. Sua pelagem é curta, espessa e macia, com marcações espalhadas pelo corpo (ou rosetas) semelhantes às do leopardo. Já o seu físico é atlético e elegante, podendo medir 30 cm de altura e pesar entre 6 kg a 10 kg.

RAGDOLL

Fofinho e com corpo flexível, o ragdoll é conhecido como ‘boneca de pano’

A raça conhecida como “boneca de pano”, devido ao seu corpo flexível, surgiu na Califórnia na década de 1960 e, desde então, tem se tornado cada vez mais popular entre os adoradores de grandes gatos domésticos. É resultante do cruzamento entre raças como o Siamês, o Persa e o Birmanês.

A pelagem é longa, cheia e sedosa. São gatos extremamente tolerantes, amorosos e devotados ao tutor. São muito fofinhos e agradam em cheio as crianças. Um detalhe é que os filhotes dessa raça amadurecem lentamente e podem levar até três anos para desenvolver o sombreado da pelagem e os pontos de cor. Quando adultos, pesam cerca de 9 kg.

NEBELUNG

Rara, a raça nebelung surgiu na década de 1980 a partir de antigos gatos russos de pelo longo

Em alemão, seu nome significa “orvalho” ou “névoa”. É uma raça rara, recriada a partir de antigos gatos russos de pelo longo. O primeiro exemplar nasceu nos Estados Unidos, na década de 1980, do cruzamento acidental entre uma fêmea doméstica de pelo curto e um Russo Azul. Raramente visto fora dos Estados Unidos, da Holanda e da Rússia, o Nebelung ainda não é aceito por muitas associações de raças padronizadas.

Gentis, são gatos reservados ao primeiro contato, mas se tornam amáveis e leais aos logo que se familiarizam com as pessoas. Em geral são gatos que exigem pouco colo ou carinho, mas gostam de receber atenção e detestam ficar sozinhos. O físico é elegante e musculoso, com a cauda mais peluda que o resto do corpo. Pesam 7 kg, em média, quando adultos.

RAGAMUFFIN

Muito sociável e dócil, o ragamuffin adora um colo, chamego e atenção

Grandão e fofão, esse gato de origem americana está relacionado à outra raça felina, o ragdoll, pois surgiu na década de 1960 a partir de uma mesma criadora. Seu nome remete justamente à essa mistura e o termo “rag” é associado ao fato de ele ficar mole quando pego no colo – o que ele adora.

Muito dóceis, eles são conhecidos por serem muito sociáveis e amarem todos os membros da família. É, portanto, o pet perfeito para o convívio com crianças. Gostam muito de chamego e atenção, e não suportam ser deixados sozinhos. Seu peso? até 9 kg quando adultos.