Anuncie

(21) 98462-3212

Incremente o cardápio dos pets com frutas

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
A banana costuma ser a fruta preferida dos cães e gatos pelo sabor doce e consistência. Foto: Unsplash

Que tal incrementar o cardápio do bichinho de estimação com frutas? Ricas em vitaminas, sais minerais e carboidratos, elas complementam a alimentação e ajudam a regularizar o intestino de cães e gatos.

“A maioria das frutas podem ser consumidas pelos pets e servidas como petiscos adicionais em pequenas quantidades. Ao contrário de muitos petiscos industrializados, as frutas trazem benefícios”, comenta o veterinário Ernani de Castilho.

Em algumas espécies de animais, como as aves da família dos psitacídeos (papagaios, araras, calopsitas e periquitos), as frutas constituem uma das principais fontes de nutrientes da dieta diária.

Fonte de vitaminas A, B, C, ferro, cálcio, magnésio, fósforo, potássio, zinco, cobre, iodo e carboidratos, a banana é uma das preferidas pelos bichinhos pela consistência pastosa e sabor doce. “A banana é uma fruta naturalmente doce e os cachorros tendem a amar. Mas, por ser doce, limite a quantidade. É o suficiente dar meia banana para um cão grande e, para os pequenos, algumas fatias pequenas e finas. Para cães diabéticos, deve ser evitada. Já as cascas não devem ser servidas aos animais”, explica o veterinário

Maçã, pêra, manga e mamão também podem ser oferecidos sempre. E com casca e tudo, já que os principais nutrientes no caso de algumas dessas frutas, concentram-se principalmente na casca. Ofereça-as em pedaços e sempre fora dos horários das refeições.

“A maçã, por exemplo, é muito rica em fibras e vitamina Só é preciso remover as sementes e a haste, pois elas contêm um composto tóxico para os cães. Aliás, seja qual for a fruta, certifique-se sempre de lavá-las antes e remover o miolo e as sementes”, orienta Ernani.

Frutas cítricas como laranja devem ser evitadas, devido a acidez. Foto: Unsplash

Evite as frutas cítricas

São muitas as vantagens da maioria das frutas para a saúde dos pets. No entanto, há algumas que não devem fazer parte do cardápio dos bichinhos (apesar de benéficas aos humanos). “Certos tipos de frutas são realmente tóxicas para os cães e gatos. Daí a importância de consultar um especialista ao invés de dar qualquer fruta para o animal por conta própria, na intenção de oferecer uma alimentação mais natural para o mascote”, destaca o veterinário Ernani de Castilho.

É o caso das frutas cítricas, como abacaxi, laranja e tangerina devem ser evitadas, porque podem causar gastrite. Ofereça a maior variedade, para que o animal possa escolher a que mais gosta.

Filhotes, a partir do momento que passam a se alimentar de ração seca podem ter as frutas incluídas na dieta. Pode ser em forma de papinha ou em pedaços. Para os animais obesos, devem ser oferecidas frutas ricas em fibras, como a maçã. As fibras incham o estômago, proporcionando sensação de saciedade.

Na dúvida, busque orientação veterinária para saber quais as melhores frutas para oferecer ao seu pet e não só mantê-lo saudável como feliz da vida.

FRUTAS PERMITIDAS

Banana: Fonte de potássio, magnésio e biotina, a banana deve ser oferecida com moderação, como um petisco, por conter muito açúcar. Dê meia banana para cães grandes e algumas fatias finas e pequenas para os de porte pequeno e gatos.

Doce e refrescante, a melancia é ótima opção para hidratar o pet.
Foto: Unsplash

Maçã e Pêra: Ricas em vitamina A e C, cálcio, minerais e fibra alimentar. Mas, atenção: essas frutas devem ser consumidas sem o miolo e sementes, pois contêm cianeto, um composto tóxico que pode causar asfixia quando digerido. Opte por uma ou duas fatias para servir seu pet.

Morango: Fonte de vitamina C, fibras e antioxidantes, o morango também deve ser oferecido com moderação por ter muito açúcar e em pequenos pedaços.

Melancia: Doce e refrescante, é composta por 90% de água, vitaminas A, C, B6, potássio e fibras. É uma ótima opção para hidratar o pet no verão. Tem vitamina C, A e B-6, além de muita água. Não se esqueça de tirar os caroços.

Melão: Também constituída principalmente de água e rica em nutrientes, a fruta ajuda a manter o organismo do pet bem hidratado.

Pêssego: Rico em vitamina A e fibras, deve ser oferecido ao pet sem seu miolo e caroços. o caroço. Os caroços são feitos de amigdalina, um composto tóxico que se decompõe em cianeto de hidrogênio quando ingerido.

Manga: Rica em vitaminas B6 e C, a manga deve ser oferecida ao animal sem o caroço, em fatias pequenas e finas.


FRUTAS PROIBIDAS

Abacate: Muito calórica, pode causar distúrbios gastrointestinais, como vômitos e diarreia. Também contém uma toxina chamada persina – mas a maior parte dela está nas folhas, na casca e no caroço da fruta. Nunca deixe seu cão comer essas partes, que também podem apresentar risco de asfixia ou causar bloqueio intestinal.

Carambola: Desaconselhável para animais com histórico de problemas renais de vido a uma toxina em sua composição.

Uvas e uvas passas: Tem compostos tóxicos para os animais. Os sinais de toxicidade da uva em cães e gatos podem incluir perda de apetite, letargia, vômitos e/ou diarreia, dor abdominal, desidratação, aumento da sede, aumento ou diminuição da produção de urina e insuficiência renal.

Cerejas: Podem conter cianeto, que pode cortar o transporte de oxigênio celular;

Caqui e frutas cítricas (laranja, limão, tangerina): Podem irritar o estômago devido à acidez. Laranjas até são aceitáveis (sem casca, fiapos, miolo e sementes), mas em quantidades bem pequenas.
*

*

*

***

QUE TAL FAZER UM CURSO ONLINE HOJE?

Curso online Expert em Alimentação Natural Para Cães. CLIQUE AQUI

E-book Biscoitos Naturais Para Cães. CLIQUE AQUI

E-book Dog Cookies. CLIQUE AQUI

E-book Adestramento Fácil Para Cães. CLIQUE AQUI

Veja em nossa loja as melhores ofertas de produtos para o seu pet! CLIQUE AQUI