Anuncie

(21) 98462-3212

Nada de peru com farofa na ceia dos pets!

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
No cardápio dos pets só pode entrar comida saudável. Foto: Pinterest

Quem acha que os animais não podem participar das ceias de Natal dos humanos está certo. Alimentos como peru, farofa, presunto, saladas, panetones e rabanadas podem provocar vômitos e diarreia e ainda contribuem para o acúmulo de gordura no pâncreas, podendo afetar o fígado do animal.

“Os alimentos direcionados a humanos, de uma forma geral, não devem ser administrados aos animais por conterem muitas vezes corantes, conservantes, temperos e gorduras que podem fazer mal. E sabemos que a farofa e o peru podem conter muitos temperos, produtos embutidos e defumados, que fazem mal aos animais e leva a casos de vômito, diarreia e intoxicação alimentar. Portanto, não devem ser oferecidos aos bichinhos”, destaca a veterinária Andréa Cristina do Nascimento, da clínica Bichos & Rabichos, em Barra Mansa, e também colunista da seção “Fale com o Vet” do portal Meus Bichos.

Já as frutas estão liberadas no cardápio dos pets, mas ainda assim, com algumas exceções. As cítricas, por exemplo, como laranja, abacaxi e tangerina, não são recomendadas porque podem causar problemas gastrointestinais. O abacate também não deve ser oferecido, por conter muita gordura.

Mas isso não significa que nossos amados mascotes devem ficar de fora dos banquetes. Segundo Andréa Cristina, eles podem saborear panetone, por exemplo, desde que específico para pets.  “Nas pet shops há panetones específicos para cães. Já os panetones para humanos devem ser evitados por conter açúcar, uva passa e chocolate, que são ingredientes prejudiciais aos animais. O ideal é oferecer petiscos específicos para cães e gatos, como biscoitos e snacks”, ressalta a veterinária.

Atenção com os itens da mesa da ceia e os pets:

NÃO PODE:

Uva e uva passa: o caroço tem uma substância que é tóxica, podendo a levar a problemas renais.

Frutas secas: difícil digestão.

Peru: leva temperos e a pele podem casar vômito e diarreia. Já os ossos podem causar perfuração gástrica.

Chocolate: possui a substância teobromia, que causa intoxicação levando a vômito e diarreia.

Carnes recheadas: podem causar vômito e diarreia por causa de temperos, embutidos e defumados.

Frituras: podem causar transtornos digestivos.

PODE:

Petiscos específicos: o ideal é oferecer petiscos específicos para cães ou gatos.

Legumes e frutas: podem ser ofertados também legumes e algumas frutas, como maçã sem o caroço, pêra, melancia, banana.

*Agradecimento: Dra. Andréa Cristina Nascimento. Clínica Bichos & Rabichos. Tel.: (24) 3324-8618