Anuncie

(21) 98462-3212

Faça do seu cão um atleta e treine com ele!

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Jogar frisbee (foto), caminhadas, trilhas e corridas são algumas opções de atividades físicas que podem ser praticadas pelo tutor
acompanhado do cão. Foto: Pixabay

Que tal fazer de seu cachorro um parceiro de malhação? Mais do que uma forma divertida de passar o tempo, praticar atividades físicas com o mascote pode ser benéfico para ambos. “Exercitar os músculos é essencial para todo mundo, inclusive os cães. E levar o pet para malhar ainda serve de estímulo para o tutor gastar energia também. Todo cão pode ser preparado para diversas práticas esportivas”, destaca o veterinário Antônio Lewgoy.

Mas antes de transformar o cão em um atleta, é importante prepara-lo para isso. Deve-se, antes de tudo, levar o animal para um check-up. O veterinário irá avaliar o condicionamento físico e determinar a carga de exercícios adequada, de acordo com as características da raça. Problemas cardíacos, circulatórios, lesões e sedentarismo são alguns fatores que podem comprometer a performance do mascote. Qualquer raça também pode e deve exercitar a musculatura, mas algumas exigem mais cuidados.

“Raças de focinho achatado (braquicefálicos), como os buldogues francês, inglês e campeiro, boxer, dogue de Bordeaux e pug, por exemplo, são mais sensíveis e podem ter dificuldades respiratórias, porque a fossa nasal é estreita”, explica o veterinário.

O próximo passo são os exercícios preparatórios: alongamento das patas, relaxamento da coluna e caminhadas leves. “Assim como nos humanos, o alongamento é necessário nos cães para melhorar o desempenho muscular e evitar possíveis lesões. A prática ainda contribui para o relaxamento psicológico do animal”, diz o adestrador Leandro França Lemos.

O ideal é que a rotina de exercícios seja no horário da manhã. Foto: Reprodução

O aquecimento também é fundamental antes da malhação. “Não permita que o cachorro corra sem estar previamente aquecido. Comece com caminhadas lentas e vá aumentando o ritmo aos poucos”, orienta o adestrador.

Durante a prática dos exercícios, não ofereça alimentos ou petiscos para ele. E a hidratação não pode ser esquecida. O ideal é dar água 15 minutos antes dos exercícios e servir o cão à vontade após o treino. “Durante o percurso, a água deve ser oferecida de forma moderada. O excesso de água e comida pode causar torções gástricas”, destaca o veterinário Antônio Lewgoy.

Adestramento facilita

Levar o cão para se exercitar é bem diferente de leva-lo para um simples passeop. É preciso ter disciplina e comandos de voz firme com o animal, portanto, adestra-lo pode facilitar essa comunicação.

Em uma trilha, por exemplo, o tutor não pode deixar que o cão faça paradas constantes para urinar, defecar ou cheirar tudo o que vê pela frente. O cachorro precisa entender, pelo menos, comandos básicos como “vem”, “para”, “junto”, “espera”. Tutor e cão devem estar no mesmo ritmo.

DICAS DE MALHAÇÃO

ESPORTES. Caminhadas, trilhas, corridas e jogar frisbee são algumas opções de atividades físicas que podem ser praticadas pelo tutor acompanhado do cão.

CONDICIONAMENTO. A graduação dos exercícios deve ser de acordo com o condicionamento físico do animal. Cães idosos (acima de sete anos) devem ser submetidos a atividades físicas mais leves. Já os obesos e sedentários não devem seguir uma rotina de exercícios intensa.

RAÇAS. Border collie, pastor de Mallinois, pastor alemão, pit bull, rodesian rigdback, beagle e os galgos são algumas das raças caninas que estão mais aptas para atividades esportivas.

HORÁRIOS. Para evitar que o cão fique excessivamente ofegante, o ideal é que a rotina de exercícios seja no horário da manhã, entre 6h e 10h, ou no final do dia, após 16h.

ÁGUA. Ofereça água para o cão 10 a 15 minutos antes e 30 minutos após os exercícios. Se o percurso for longo, como em uma trilha, faça pequenas paradas para o animal descansar e beber água.

RECOMPENSA. Após a sessão de exercícios, recompense o mascote com petiscos, como snacks e biscoitos caninos.

ACESSÓRIOS. Coleira, guia extensora e garrafinha de água são acessórios indispensáveis para o cão atleta.

*

*

***

QUE TAL FAZER UM CURSO ONLINE HOJE?

Aprenda todos os passos para para um adestramento simples e descomplicado. Adquire o e-book “Adestramento Fácil Para Cães”. CLIQUE AQUI

E-book “Como Adestrar Um Filhote”, Nesse e-book, Luís Zuzzolo fala sobre os principais cuidados que devemos ter na hora de educar os filhotes de cães. CLIQUE AQUI

Faça e venda: “Petiscos Saudáveis Para Cães”. Neste e-book, você vai encontrar 42 receitas de petiscos caninos totalmente saudáveis. CLIQUE AQUI